WhasApp como ferramenta de marketing - Kedson Angelo

Quer Vender Todos Os Dias Usando A Internet?

Saiba Como Criar Campanhas de Vendas Que Vendem Todos os Dias!

Seus dados estão seguros

WhasApp como ferramenta de marketing

Marketing Digital | Por: | 19 jan 2016 | Comentários desativados em WhasApp como ferramenta de marketing

Faz pouco mais de um mês que o aplicativo de mensagem mais utilizado do Brasil foi bloqueado por algumas horas no país, por uma medida judicial. Muito se falou sobre isso, o fato é que os aplicativos de mensagem são muito mais utilizados que redes sociais.

Ontem [18/01/2015] um artigo no blog oficial do WhatsApp leia aqui informou sobre importantes mudanças no app.

A primeira grande mudança é que o serviço vai deixar de cobrar uma taxa anual de 99 centavos de dólar aos usuários (que nem sempre era cobrada e não estava disponível em todas as plataformas). Mas a maior mudança é mesmo que o aplicativo vai oferecer integração com empresas e negócios.

Foi isso que fez o Facebook (dono do WhatsApp) permitiu a interação de empresas na plataforma (hoje já considero o Facebook não como uma rede social, sim uma plataforma de mídia), foi exatamente esse o motivo que levou o Facebook ao topo, superando o então líder Orkut, posteriormente levando-o à morte.

E os testes com ferramentas para empresas devem começar já este ano, citando como exemplo “quando bancos precisarem se comunicar com você sobre uma potencial transação fraudulenta” ou ainda “se uma empresa aérea quiser avisar sobre um voo atrasado”.

Minha pergunta é:

Você já usa o WhatsApp como ferramenta de marketing e relacionamento com seus leads e clientes? Se ainda não, comece agora! Pois é uma ferramenta que entre dezenas de vantagens tem 100% de entrega e está à mão de todo mundo o tempo todo.


Sobre o Autor


Kedson Angelo é especialista em Marketing Digital, presta consultoria em Vendas Online, estrategista de lançamentos de serviços e produtos digitais. [Saiba mais]

Paginação entre posts

Posts Relacionados


Não há posts relacionados.

Comentários


Comments are closed.